Tratamento para Asma | Voluntário para Tratamento de Asma | CEPIC Tratamento para Asma | Voluntário para Tratamento de Asma | CEPIC

Sua chance de
combater a Asma
pode estar aqui.

Conheça o CEPIC e seja um voluntário das
novas opções de tratamento da Asma.

O CEPIC (Centro Paulista de Investigação Clínica)
oferece a você a oportunidade de participar de
uma pesquisa clínica com novos medicamentos
para tratamento da Asma.

Os protocolos de pesquisa clínica são acompanhados por
médicos em consultas e exames periódicos. A participação
é permitida somente para maiores de 18 anos, sendo
voluntária e gratuita.

Entre em contato com o CEPIC

Saiba como participar da pesquisa
para novos tratamentos contra a Asma.

www.cepic.com.br

Tel.: (11) 2271-3456 – das 7h00 às 17h00

Saiba mais sobre a Asma
e como ter qualidade de vida
com essa condição.

O que é Asma?

A asma é uma doença comum que afeta cerca de 5% da população mundial. Acomete pessoas de todas as idades e não existe cura para a doença, porém pode ser controlada.

Quais as causas da Asma?

A Asma está associada à limitação do fluxo de ar respiratório, em que há dificuldade para saída de ar do pulmão causadas pela broncoconstricção (estreitamento das vias aéreas), espessamento da parede das vias aéreas e aumento da produção de secreção.

Quais os sintomas da Asma?

A Asma apresenta sintomas como chiados, tosse, dificuldade para respirar e aperto no peito, que são variáveis no tempo, com alteração na frequência, intensidade e ocorrência dos sintomas. Os sintomas podem ser desencadeados ou agravados por infecções virais, alergias, fumaça de cigarro, exercício ou estresse.

Como a Asma é diagnosticada?

O diagnóstico da Asma baseia-se no histórico de sintomas, como descritos anteriormente, e na avaliação de testes de função pulmonar (Espirometria) com a detecção de melhora após uso de broncodilatador (reversibilidade da obstrução) – limitação variável do fluxo de ar.

Como a Asma pode ser tratada?

A Asma se caracteriza por ser uma doença em que os brônquios são hiperativos (tendência genética) e estão inflamados. Os objetivos do tratamento são o controle dos sintomas e redução de riscos de crises e de efeitos colaterais das medicações. De forma geral, existem dois grupos de medicamentos:

> Broncodilatadores: que dilatam os brônquios e levam a melhora dos sintomas.
> Anti-inflamatórios: que diminuem a inflamação e melhoram o controle da doença.

Os pacientes de Asma podem ter
uma boa qualidade de vida?

Pacientes com Asma bem controlada conseguem:

  • Evitar os sintomas incômodos do dia e da noite.
  • Utilizar pouca ou nenhuma medicação para alivio.
  • Ter uma vida fisicamente ativa e produtiva.
  • Ter função pulmonar normal ou quase normal.
  • Evitar crises graves.
Com o tratamento e acompanhamento adequado, a grande
maioria dos pacientes consegue um bom controle da doença.

Aqueles que não conseguem devem ser investigados para outras
doenças que colaboram para piorar o controle, para o uso
inadequado das medicações – técnica, custo e esquecimento.
 Para esse grupo que apesar de um tratamento adequado não consegue
um bom controle estão sendo desenvolvidos novos medicamentos
que tem o potencial de conseguir um controle melhor.